terça-feira, 18 de setembro de 2012

Agradecimento



Desejo expressar meu profundo agradecimento a Susan Blum, Julio Cesar Cruzeta, Gilson Maicá, Aline Pêgas Pereira,  Jefferson Stafusa Elias Portela, Aloisio Teixeira, Leandro Martins, Luis Augusto Trevisan, Kerllyn Cardoso, Sirlei Bernadete Paulo, Solange Mancini, Edson Oliver, Leonardo Medeiros, Carlos Vianna, Taís Drabik, Marlon Soares, Felipe Douglas de Paula, Adam Azevedo, Alan Carlos Ghedini, Barbara Camargo, Francisco Valdir, Lucas Lima, Vinnius Krüger, Douglas Mancini, Paulo Martins Tosta, Paulo Sutil dos Santos, Renato Brodzinski, Tomaz Santos, Professor Paulo Sérgio, Rodrigo Motta, Graciely Santos, Kleber Kilhian, Luisandro Mendes, Janaina Schoeffel, Sergio Fajardo, Carla Xaiene, Paulo Justiniano Ribeiro Junior, Sergio Domingues, Larissa Ribeiro, Arlene Lopes Sant'Anna, Adonai Sant'Anna II, Jairo Grossi, Lucia Fagundes, Fabio Salgado, Pablo Rolim, Renato Mendes Rocha, Carlos Rauta, Flávio L. C. de Moura, Alvaro Augusto de Almeida, Walmor Godoi, Ricardo Prestes Pazello, Denis Wiener, Professor Raul Enrique Cuore, Professor Roberto Vieira, Sandra Quirino dos Santos, João Carlos Marques Magalhães, Cesar Serbena, Francisco Doria, Newton da Costa e todos os anônimos ou indivíduos cujos nomes completos não pude identificar, pela efetiva colaboração com comentários, divulgação e material que garantem a continuidade deste blog. Espero não ter esquecido de ninguém. 

A contribuição de vocês certamente ajuda alimentar a fé de que talvez o Brasil tenha algum futuro como nação de papel relevante perante a humanidade.

15 comentários:

  1. Bom dia Adonai.

    Ter um blog de matemática realemnte não é fácil. Não temos incentivo algum, a não ser de poucas pessoas que fazem comentários pertinentes, que às vezes vira um bate papo muito proveitoso. A maioria das pessoas procuram conteúdo, copiam e sequer lembram de indicar a fonte. É triste sim, pois não valorizam nosso trabalho. Não estou generalizando, mas é uma realidade.

    Venho há quatro anos tentando divulgar a Matemática de forma séria. Já pensei várias vezes em desistir de tudo isso, mas... simplesmente não posso. Estou comprometido demais!

    A sua lembrança de meu nome no mínimo quer dizer que de alguma forma meu trabalho chegou até seu olhos. Isso é bom e fico feliz.

    Obrigado e parabéns a todos que fazem da matemática algo mais do que uma matéria chata na educação brasileira.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Olá, professor Adonai!!!!

    Obrigado e, da minha parte, posso dizer que... eu fico muito honrado e agradecido também, pelas tantas lições de conhecimentos e/ou ensinamentos de 1ª qualidade que o amigo nos brinda!!!! Adonai, você é o sistema operacional para nós, esses poderosos computadores biológicos, mas, que prescindem de uma orientação correta e dinâmica!!!!

    Longa vida para você e o seu magnífico blog!!!!

    Um abraço!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Caro Adonai,
    nós certamente também temos muito a agradecer a você por contribuir com o aprimoramento de nossa capacidade de reflexão em muitas áreas, como física, matemática, filosofia e educação, entre outras. Tenho você em altíssima consideração.
    Um abraço,
    Gilson

    ResponderExcluir
  4. De nada Adonai. Se eu não acreditasse em seus ideais não estaria ajudando. Desde 2005 que o admiro e respeito e assim será até o fim dos tempos. Por favor, não desista das coisas boas que você tem. Tanto as ideias, os desenhos, as vontades. Conte comigo sempre que precisar (nos bons e maus momentos).

    ResponderExcluir
  5. Obrigado Prof. Adonai pelo agradecimento. Visito o seu blog constantemente e fico cada vez mais maravilhado com sua sabedoria e suas ideias interessantes e relevantes sobre a Educação.

    ResponderExcluir
  6. O que posso dizer? Sinto-me honrada. Gostaria também de dizer que você tem sido uma influência muito positiva na minha formação como cientista. Obrigada.

    ResponderExcluir
  7. Como já dito aqui, nós é que agradecemos... seus posts resgatam aquilo que a educação nos rouba desde de a infância... o pensamento crítico, o questionamento, o não concordar/aceitar, a reflexão, o pensamento lateral e, talvez o mais importante, a busca por um discurso qualificado pessoal (em detrimento ao reproduzido)... Obrigado.

    ResponderExcluir
  8. Eu que agradeço, professor.

    ResponderExcluir
  9. Me identifico com as tuas publicações pois são sempre muito críticas e provocativas, isso incentiva muito a discussão e consequentemente contribui com alguma força frente a inércia de reflexão que tem assombrado a educação brasileira. Parabéns pelo blog e obrigado. Gostaria de sugerir um tema para uma próxima publicação: os reflexos do período da ditadura militar na educação brasileira. Acho que a história do nosso país ajuda a esclarecer muitas das questões que você apresenta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vinnius

      Sua sugestão de tema é ótima. Mas não tenho certeza se eu conseguiria escrever algo relevante sobre isso. O tema é muito complexo. Mesmo assim pensarei a respeito. Talvez eu encontre alguém que queira colaborar com um texto dessa natureza.

      Excluir
  10. Uau! Pensei que meu nome não estaria aí, muito por eu ter conhecido o blog há pouco tempo. Eu que agradeço pelas informações relevantes que encontrei aqui. Muito obrigado.

    ResponderExcluir
  11. Você quem merece nosso agradecimento, Prof. Adonai. Obrigado pelo blog, um extenso material para reflexão.

    ResponderExcluir
  12. Repito o que já disseram. Quem merece agradecimento é você Prof. Adonai, pela coragem e dedicação à reflexões tão importantes relativas ao meio acadêmico.

    ResponderExcluir
  13. Ultimamente, pouco tenho acessado o blog em função da correria do dia-a-dia e somente visualizei uns poucos tópicos (mais precisamente os últimos) do blog.

    Agora, xeretando por tópicos antigos, é que me deparei com este.

    Fiquei bastante lisonjeado, apesar de achar que pouco (ou nada) contribuo com meus comentários.

    Entretanto, se existe tal agradecimento, é provável que eu não esteja tão "zero à esquerda" como eu pensava (risos)......

    Neste sentido, a terapia que faço tem me ajudado bastante nisto, ou seja, ninguém é tão ruim assim que não possa transmitir algo de bom.

    Fico contente em saber que posso contribuir com algo.

    Entretanto, certamente tenho muito mais a aprender do que ensinar e lamento por não poder contribuir ainda mais com os tópicos, em função das minhas próprias limitações (ora de horário por causa da correria do dia-a-dia, ora de conhecimento técnico).

    Ainda estou na fase de "correr atrás do pão de cada dia" e de superar meus problemas psicológicos (que já me fizeram perder grandes oportunidades de emprego pelo simples medo de atuar na profissão e fracassar, sem antes mesmo tentar) e isto tem consumido bastante tempo e esforço por minha parte, até porque este problema tem gerado para mim uma série de problemas secundários pessoais relativamente graves, pois a Sociedade e a própria família cobram resultados de nós o tempo todo. Como não tenho tido tais resultados, a cobrança tem sido progressivamente maior.

    Mas, sempre que puder, farei meu melhor para ajudar (e, principalmente, aprender) e gostaria sempre de fazer parte deste seleto e maravilhoso grupo de pessoas que tenho encontrado por aqui.

    É muitíssimo gostoso, estimulante e vigoroso conviver (mesmo que via internet) com as pessoas sérias que por aqui passam e com o próprio professor Adonai (com quem pouco convivi pessoalmente, mas gostaria de interagir mais pessoalmente), cuja paixão pela Ciência e esperança pelo futuro ainda me possibilita ficar de pé e contribuir, mesmo que indiretamente, com o desejo pela melhoria do Ensino e da Educação.

    ResponderExcluir

Respostas a comentários dirigidos ao Administrador demoram usualmente até três dias.