segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

O efeito de elogios sobre o intelecto de crianças


Este blog já existe há algum tempo. E frequentemente tenho insistido sobre a importância da família no processo educacional de jovens e crianças. No entanto, pouco tenho detalhado sobre o tema. Por conta disso, preciso remediar esta falha. Já publiquei quase três anos atrás uma postagem sobre como explicar as usuais críticas ao realismo em mecânica quântica para crianças. E mais recentemente veiculei um texto sobre como explicar a teoria da relatividade especial para crianças. Mas agora o tema é mais abrangente: Como estimular a inteligência desses futuros adultos a partir de elogios.

Para dar suporte às ideias aqui apresentadas, tomo como base um detalhado e demorado estudo publicado em 2013 no prestigiado periódico Child Development

De acordo com a teoria da habilidade incremental, inteligência é algo que pode ser desenvolvido. Não se trata de uma característica inerente e imutável com a qual uma pessoa está destinada a viver para sempre. No entanto, o leitor deve ter muito cuidado com esta visão. Em momento algum se afirma que uma pessoa de inteligência normal possa se tornar um gênio ou um superdotado. Apenas se afirma que inteligência pode ser melhorada com estímulos adequados. E um dos possíveis estímulos é o elogio. Mas como deve ser o elogio, quando se trata de crianças?

Um elogio da forma "Nossa, como você é inteligente!" é extremamente inadequado. Isso porque a criança pode se sentir inútil e indefesa diante de uma futura tarefa difícil. E a tendência é ela desistir da busca por soluções para problemas mais complexos, justamente porque não quer mais errar. Esta tendência foi claramente identificada pelos pesquisadores do artigo acima citado, com efeitos muito negativos a curto e médio prazo. 

No entanto, um elogio da forma "Gostei da maneira como você resolveu este problema" ou "Gostei de ver seu empenho" é um estímulo à motivação. Esta atitude é a mais recomendável para crianças entre um e três anos de idade, apresentando reflexos positivos até cinco anos depois. 

Ou seja, crianças não devem se sentir intelectualmente superiores. O que elas precisam é da motivação para se tornarem cada vez melhores. A referência para a criança, portanto, não é a comparação dela com outras, mas a comparação dela com ela mesma. O elogio deve exercer influência positiva sobre a criatividade da criança para encontrar soluções.

Espero que o leitor também perceba que elogios não podem surgir gratuitamente, sem uma permanente oferta de desafios. Elogio é apenas um dos estímulos. Um problema a ser resolvido já é outro. 

Esta recente descoberta em psicologia cognitiva infantil está em perfeita sintonia com a visão meramente intuitiva de Terence Tao, matemático ganhador da Medalha Fields. Segundo ele, para fazer contribuições relevantes em matemática não há necessidade de ser um gênio. Precisa sim de uma certa inteligência. Mas também precisa trabalhar duro, conhecer bem sua área específica de estudos, conhecer outras áreas de estudos, conversar com outros matemáticos, formular questões e ter muita paciência. O que incrementa inteligência é a capacidade de encarar desafios, mesmo que eles não sejam superados. 

Para finalizar esta postagem, eu gostaria de recomendar um jogo de tabuleiro que conheci durante minha infância e que lamentavelmente não vejo mais entre crianças de hoje. O nome do jogo é Caixa Negra. É um excelente estímulo para crianças de até dez anos de idade desenvolverem intuições sobre realidades não visíveis a olho nu. Caixa Negra é uma brincadeira brilhante que sugere a investigação de mundos invisíveis a partir de seus efeitos sobre o mundo visível. Espero que o leitor aprecie o valor deste jogo tanto quanto eu. 

9 comentários:

  1. Excelente, Adonai. Já conhecia o estudo e seus resultados e já tinha posto me prática com meu filho esse conselho do elogio adequado.

    Quanto ao jogo, teu link está bloqueado:

    URL: http://www.ilhadotabuleiro.com.br/jogos/caixa-negr...
    Categoria: Forbidden Category "Games"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Stafusa

      Legal que você já usa esta técnica. Com relação ao link para o jogo, acabo de testar e funciona por aqui. Se alguém mais reclamar, posso dar um jeito de divulgar o jogo diretamente na forma de postagem.

      Excluir
    2. Sim, desculpe. Acabo de verificar que se trata de um bloqueio institucional local.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Ótima recomendação, João Marcos. Grato.

      Excluir
  3. Parabéns pelos ótimos textos. Existe este jogo para Android.
    https://play.google.com/store/apps/details?id=pickledkipper.blackbox&hl=pt_BR

    ResponderExcluir
  4. Professor, outro efeito parecido: http://www.pnas.org/content/early/2015/03/05/1420870112.abstract

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Artigo interessantíssimo, Anônimo. Li o abstract e, em breve, lerei o texto. Muito obrigado pela excelente referência.

      Excluir

Respostas a comentários dirigidos ao Administrador demoram usualmente até três dias.